top of page
Search

Maputo acolhe a primeira edição do GLOBAL CONCERT

O conceito do Concerto Global de Maputo é inspirado pelo Siba Global Fest - um festival de música global organizado por estudantes da Academia Sibelius da Universidade das Artes de Helsinquia, na Finlândia. Esta iniciativa é introduzida em Moçambique por Chico Matada e Timóteo Cuche, dois moçambicanos que frequentam seus mestrados e doutorados na Academia Sibelius, respectivamente. Esta iniciativa tem como objetivo trazer o espírito de colaboração musical global para o seu país de origem.


A edição inaugural deste evento em Maputo ocorrerá na Galeria do Porto de Maputo, como parte do 3° encontro do Projeto EDUCase da Universidade das Artes de Helsinque, que terá lugar na Escola de Comunicação e Artes da Universidade Eduardo Mondlane em Maputo.

 

O EDUCase tem como objetivo estabelecer uma plataforma para projetos artísticos colaborativos interdisciplinares que reúnam músicos, atores, gestores artísticos, artistas visuais, dançarinos e pesquisadores da Finlândia, Tanzânia e Moçambique.

 

O evento está agendado para o dia 4 de abril, o Dia Internacional de Conciencialização sobre as Minas e Assistência na  Ação contra as Minas, precedendo o e Dia Internacional da Consciência a 5 de abril, bem como o Dia Mundial da Saúde a 7 de abril, que coincide com a celebração do Dia da Mulher em Moçambique.

 

O nosso objetivo é integrar mensagens relevantes sobre estas comemorações

nas performances artísticas como forma de conscientização do nosso publico..

Data: 4 de Abril 2024,

Quinta-feira

Local: Galeria do Porto de Maputo

Hora: 18:00


Apresenta o concerto Matadologia, uma mistura única de jazz e música global. Matadologia é um termo cunhado pelo baterista Chico Matada, que descreve a abordagem inovadora de integrar a música Ndau em ambientes musicais contemporâneos. Este projeto aprofunda a essência da música Ndokodo, um género tradicional pertencente ao povo Ndau de Moçambique, e explora a sua fusão com elementos musicais modernos. A banda conta com: Chico Matada na bateria, voz e mbira; Nathan Thompson no contrabaixo; Nikita Rafaelov no piano, e Timóteo Cuche no saxofone tenor.



 

MoFiTaNo Project (Moçambique, Finlândia , Tanzânia e Noruega)

É uma encruzilhada onde as fronteiras e as ligações culturais se encontram neste projeto de internacional único. Como parte do projeto EDUCase, professores de arte e estudantes da Tanzânia, Finlândia, Noruega e Moçambique colaboram na criação de novas melodias baseadas nos ritmos tradicionais e populares de cada país.



 

 

INDIGO BLUE

É um conjunto dinâmico composto por seis indivíduos talentosos de Moçambique, cada um contribuindo com uma perspetiva cultural e musical diversa para o grupo. Com raízes no pop-rock, a música da banda serve como um reflexo da cultura moçambicana, capturando a essência das experiências quotidianas. A banda conta com: Xavier Machiana na voz; Ray Mauele nos teclados; Mole Mussoco no baixo; Ivan Ferreira na bateria; Silvio Ferrão na guitarra, e Timóteo Cuche no saxofone.



 

ASSOCIACAO CULTURAL MONO

As bailarinas. norueguesas. Mina Dale e Lina Pederson, partilharão as suas experiências de colaboração com artistas moçambicanos especialmente " scom a Associação Cultural Mono, apresentando coreografias que misturam Dança contemporânea e moderna com estilos tradicionais moçambicanos e africanos. Através das suas actuações, Mina e Lina ilustrarão a beleza e a riqueza do intercâmbio cultural, destacando a fusão de diversas formas de dança e a integração harmoniosa de expressões artísticas de diferentes origens. As suas contribuições prometem acrescentar uma dimensão única e cativante ao concerto, celebrando o espírito de colaboração e a diversidade cultural.


73 views0 comments

Comments


bottom of page